Status

Eduardo Maçan

Atenção: Sarcasmo adiante.

Não entendo a comoção sobre terem ganhado o carnaval com um samba patrocinado pelo ditador da Guiné Equatorial, nosso governo tem estreitado relações com essas ditaduras africanas e perdoado suas dívidas há mais de uma década em troca de projetos com nossas empreiteiras.

Como disse o Celso Amorim, citado na matéria de 2010: "Não estamos ajudando nem promovendo ditadura", disse Amorim. "Quem resolve o problema de cada país é o povo de cada país.".

A "escola" de samba em questão só está alinhada com nossa política externa.

Amorim defende visita de Lula à Guiné Equatorial - Política - Estadão

Na coletiva, cerimonial do governo local não permitiu perguntas de jornalistas ao presidente

Comente de volta!