Status

Eduardo Maçan

Hoje parei durante 2 minutos para acompanhar uma manifestação de uma assembléia de professores pró-greve na praça da República. --Curiosidade científica--.

Fui abordado por um candidato a deputado federal do PSOL e ganhei um panfleto. Ele é professor e descrevia sua luta e os problemas que via na educação pública.

Ia até bem no panfleto, mas a última linha estragou tudo. Após linhas e linhas falando sobre problemas da educação ele terminou a propaganda com: "Vote em quem está nas ruas e nas greves! Vote Professor Wladmir" (era outro nome russo, mudei intencionalmente).

O problema é: ele deveria estar na sala de aula 😛

Teria até ganho minha simpatia se se apresentasse como um ativista/sindicalista e terminasse como terminou o panfleto. Ou preferencialmente, ao se apresentar como professor que luta pela educação incansavelmente, terminasse dizendo: "vote em quem está na sala de aula (...e sabe o que se passa e o que precisa mudar)".

Coerência é tudo. Pra mim esse ato falho mostra o que realmente importa pra ele entre a luta Sindical e a educação. Sinto muito, "Professor Wladmir".

Comente de volta!