Status

Eduardo Maçan

Recordar é viver: Em 1997 o código do PGP teve que ser impresso (6000 páginas) para ser enviado para fora dos EUA, pois código de criptografia em formato eletrônico era considerado "munição". Depois digitalizaram tudo de novo para obter uma versão "internacional" do PGP que fosse legal.

http://www.pgpi.org/pgpi/project/scanning/

The PGPi scanning project

PGP 5.0i has an unusual story. Unlike earlier versions of PGP, which were at some point in time exported illegally from the USA, PGP 5.0i has a perfectly clean record.

Comente de volta!