Bastantes erros

Tá, eu não sou nenhum Rui Barbosa e cometo meus erros de português, mas eu os odeio. Odeio! Odeio tanto que se tem algo que me faz feliz é que alguém me aponte um deles.

Se não bastasse odiar meus próprios erros, eu também odeio os dos outros. Como nem todo mundo fica tão feliz quanto eu ao ter um erro apontado,  vou explicar  para o maior número de pessoas e com a linguagem mais clara (embora tecnicamente vaga e imprecisa) possível:

BASTANTE tem plural!!!!

Bastante vem de "bastar" e significa "ser suficiente". Se você tem 2 amiguinhos no orkut são poucos amiguinhos. Mas se você tem 900 amiguinhos talvez você esteja satisfeito e possa dizer: "Eu já tenho bastantes amiguinhos, não preciso de mais 99". Porque nesse caso, 900 amigos bastam, não?

Não vai pro plural quando você diz algo como: "Nós trabalhamos bastante ", da mesma forma como você não diz: "nós trabalhamos muitos".

Basta procurar por concordância nominal no google, não dói. E eu não estou sendo pedante, eu sei que eu cometo bastantes erros e assumo: eu erro bastante.

  12 comments for “Bastantes erros

  1. 04/08/2008 at 17:41

    acho que agora estou com um pouco de medo de conversar com vc.

  2. 04/08/2008 at 19:28

    Ai que medinho de falar e escrever bobagens!!!
    hahahahahhahahahhahahahhahahaahahhaha

  3. 05/08/2008 at 23:52

    ow maçaneta, nóis vai inscreve tudo certinhu pra modo de não apanhá intão. bração procê!

  4. 06/08/2008 at 00:22

    Acho que antes de postar aqui, vou te mandar daí você verifica e eu posto o que acha? 😀

    "Nóis é fiel mano"...hahaha... Isso dói, mas o pior deve ser culpa desses "mêlos" sem noção que o povo ama..... me dói os ouvidos, e me fere a paciência.....

  5. 06/08/2008 at 00:33

    ehehehehhee, Jana, pra você eu concedo licenca poética... 😉 🙂

  6. Carlos Massam
    06/08/2008 at 18:39

    Maçan...

    Nóis fala errado porque nois qué, porque estudado nóis é!

    😉

  7. 12/08/2008 at 08:47

    ohoooo, Mr. Maçan!
    olha... dessa eu não sabia... até tinha medo de usar o 'bastante'. sempre trocava por 'muito', ou 'pra cara*'. hehehe
    valeu a dica.
    também estou com medo de falar contigo agora.
    🙂

  8. 12/08/2008 at 16:02

    Huehauehauhuhea! Não precisa não... é que eu sou condicionado a ser perfeccionista pelo trabalho e trabalho numa escola. Imagina o medão de escrever para professores de português lerem!?!

    Basicamente onde muito vai pro plural, bastante também vai 🙂 Mas enfim... eu não tenho problema com escrever errado não... só não aceito miguxês. Ahahahaha 😀

    o "Pra ca*" é um recurso linguístico interessante, não posso negar. Eu o classificaria como "superlativíssimo", mas não sei se a academia brasileira de letras concordaria comigo 😛 Ahahaha. =)

    Valeu a visista 😀

  9. 13/08/2008 at 07:28

    só para pegar no pé agora: "visiSta"

    ehauhauahauahau... 😛

    =*=*

  10. Lia
    09/10/2008 at 22:11

    Eduardo Maçante...liberte-se!
    Ou prefereria liberta-te???!!! hehehehe
    Beso

  11. Lia
    09/10/2008 at 22:13

    ah, lembre-se: maçante vem de maçar, enfadar, encher...

  12. 10/10/2008 at 13:51

    Hahahahahahah! Lia, eu sou chato mesmo 🙂

    Volte sempre, de vez em quando tem algo menos implicante nesse blog 🙂

Leave a Reply to Lia Cancel reply