Coincidências (Parte I)...

Essa semana aconteceu uma coincidência que beira o incrível, e me fez lembrar a coincidência mais incrível que tinha acontecido na minha vida até então. Como não tenho nada pra postar, vou contar as duas, em dois posts:

COINCIDÊNCIA I:

Aconteceu logo que prestei vestibular. Eu era do Paraná, então vim prestar vestibular pra Unicamp em Sto André e ficar na casa da minha tia por uns dias. Na hora da prova (isso na segunda fase) dei uma olhada ao redor pra ver a cara de quem ia potencialmente estudar comigo (e procurando potenciais futuras engenheirinhas de computação) reparei em uma menina que estava lá fazendo prova (acho que era a única, ou uma de duas, no máaximo :P).

Passa o tempo, eu passei! Me matriculei, fui levado pra pedir pedágio e no ônibus de volta depois da cervejada (eu não bebia) eu reconheço essa mesma menina, também no pedágio. Ela tinha passado também! A gente começa a conversar e num dia seguinte comento que lembro dela do vestibular. A sequência interessante foi mais ou menos essa:

Eu: _Você é de Sto André mesmo? Minha tia mora lá.
Ela: _Sim, sou, em que bairro sua tia mora?
Eu: _No Jd. Floresta, divisa com Rudge Ramos
Ela: _Eu moro em Rudge Ramos, e morava no Jd. Floresta! Em que rua ela mora?
Eu: _Na Rua Cacilda (obs: não lembro o nome da rua mais)
Ela: _Sério? Eu morava na rua Cacilda!
Eu (irônico): _É? No número 256?
Ela: ...
Eu: _O que foi?
Ela: _Como você sabe?
Eu: _Como eu sei o que?
Ela: _Que eu morava no número 256?
Eu: _Não pode ser. Minha tia mora na rua Cacilda, 256.
Ela: _Você tá brincando comigo. *EU* morava lá.
Eu: _Não, ela mora lá. É uma casa assim: Começa com a salam aí tem uma copa, o corredor, um quarto e o banheiro à direita, no fundo do corredor um outro quarto maior e...
Ela (branca): ...

Bom, pra encurtar a história: depois dela ficar muito pasma e ainda duvidando a gente descobriu que o meu tio tinha comprado a casa do pai dela havia poucos meses. Quais as chances de algo assim acontecer? Nunca tentei calcular... até essa semana essa havia sido a maior coincidência de que me lembrava. A outra fica pro post 2

  10 comments for “Coincidências (Parte I)...

  1. 05/01/2007 at 17:50

    Pedido atendido...hahahaha... É meu Caro, o mundo é minusculo mesmo....

  2. 05/01/2007 at 17:51

    É mentira (forma ironica de dizer PQP)! caraca véio que conhecidencia mais doida. Ja conheci gente que mora PERTO de minha vó em Batepapo de outra cidade (do interior de SP).

  3. 06/01/2007 at 01:04

    caraka!!!

    Quer parar de contar as coisas pela metade e deixar a gente curioso? =)

    Parece o seriado Heroes. hehe

    Agora nos resta esperar. ..

  4. 06/01/2007 at 13:00

    Rudge Ramos é em Santo André???
    Pq eu estudei numa escola no Rudge Ramos, o Cynira...
    Porem, não lembrava-me que era em Sta André...

  5. 06/01/2007 at 15:25

    Rudge Ramos é São Bernardo, mas faz divisa com Sto André 😉

  6. 06/01/2007 at 15:31

    Concidências são realmente assustadoras. Mais assustadoras que cães jogando poker.

  7. 06/01/2007 at 16:35

    D'oh!

  8. 06/01/2007 at 21:32

    Respondendo o Decko mano veio...

    Rudge Ramos é em SBC hahaha e eu tb estudei no Cynira hahaha

    Putz grila macan é mais ou menos como ir colocar uma caquinha de nariz debaixo do sofa e ter outra lá já né?!

    Abração de Las Vegas hahaha

  9. 06/01/2007 at 21:37

    :S Nunca coloquei caquinha de nariz embaixo do sofá 😛

  10. mk_
    19/01/2007 at 15:52

    caralho!!! eheheheh cade a segunda ?????

Comente de volta!