Jigsaw

E lá vai (pra alegria principalmente da Jana a quem esse desenho é especialmente dedicado em nome do número de vezes que ela me cutucou por todos os meios possíveis e imagináveis para que eu largasse mão da preguiça e desenhasse algo pra que ela pudesse escrever sua poesia inspirada nos meus desenhos, e para tanto convido a todo mundo que visite o blog da Janaína e seus Florilégios diários). Eis mais uma representação subjetiva de meu momento psicológico e minhas reflexões sobre o mundo e os mais diversos assuntos em gritos silenciosos expressos em grafite sobre sulfite, cortesia Hewlett Packard imaging division.

Sai mais um "entendeu ou quer que desenhe?":

Jigsaw

  5 comments for “Jigsaw

  1. 18/12/2006 at 14:52

    Senti-me lisonjeada....rs...e com razão, afinal, quando irá sair nosso livro.....rs....E pode deixar que a nossa mais nova poesia fluíra com imenso prazer....

  2. 18/12/2006 at 20:53

    Uia. =)

    Poesias concreto-abstratas????

    Gostei

  3. 18/12/2006 at 21:21

    Yeah! Poesia concreto-abstrata, retrofuturista e líbero-conservadora. 😀

  4. 19/12/2006 at 07:13

    Já está lá nossa obra!!!

  5. Leonardo
    16/02/2007 at 08:56

    Tive dois entendimentos desse desenho:
    As pessoas estão todas conectadas; e
    O mundo é feito de pessoas.

Comente de volta!