Tinta invisível

Isso é uma história real, mas os nomes foram trocados para proteger os inocentes. (Inocentes?!?!?!? HAHAHAHAH, er, *cof*)

Preciso de 2 galões de tinta invisível. Lá vamos nós ao mercadolivre procurar tinta invisível nas cores azul e amarela (pera lá, não era invisível?) ahá! Achei um vendedor com bons preços de tinta invisível, vou fechar o negócio.

Pego o telefone, ligo, ele passa o endereço. Diz que é perto da estação da Luz, nunca desci na Luz, vou anotar os telefones e ligar de lá pra não ter erro. Claro que eu saí do lado errado da estação, e mais claro ainda que pra sair do lado certo eu teria que passar pela catraca de novo e pagar R$2,10. Eita estaçãozinha estranha. Dou a maior volta imaginável e acho uma passarela pra cruzar a avenida.

Ligo pro lugar, atende uma moça com voz muito agradável:

“Sblevers iluminação e efeitos, boa tarde!?!”
“Oi, eu estou tentando chegar aí, acabo de descer na Luz, como faço?”
“Ah, você vai ter que pegar a Florêncio de Abreu e de lá vir até a Rua São Caetano, é a segunda travessa, logo depois da Igreja”
“Mas é fácil achar essa rua?”
“É sim, é só perguntar, todo mundo conhece, é a ‘rua das noivas'”
“Olha! Quem sabe eu não ache uma?” (Eu tenho que admitir, nasci pedreiro na outra encarnação)
“*risos*”
“Então tá, já estou chegando, obrigado!”

São Paulo é mesmo incrível, tem a rua dos eletrônicos e telefonia (Sta Ifigênia) a rua das óticas e fotografia (Cons. Crispiniano) a rua da música e móveis(!) (Teodoro Sampaio) A rua das ferramentas (esqueci o nome dessa), a rua dos carros antigos, a rua dos tecidos, roupas aviamentos e cacarecos (25 de março) etc etc etc. A rua das noivas eu ainda não conhecia, impressionante! Enquanto andava e via vitrine após vitrine cheias de vestidos de noiva, pensamentos pipocavam em minha mente inquieta:

– Por que diabos vendem tinta invisível na rua das noivas? Se fosse tinta que desaparece eu até veria serventia, mas invisível?
– Interessante a rua das noivas começar numa igreja. Mas o certo seria TERMINAR na igreja, não? (Cabe uma tese inteira aqui)
– A partir de uma certa altura começa a ter lojas para debutantes na rua das noivas, o que me levou a concluir que uma debutante nada mais é que um outro tipo de noiva. Faz sentido.
– Será que a dona da voz é gost… digo… tão simpática ao vivo quanto ao telefone?

Achei o endereço, uma loja especializada em iluminação e construção de treliças, além de vender tecidos diversos, isso é São Paulo.

Pergunto pra alguém e ouço que eu tenho que ir até o fundo da loja, e falar com a P…atrícia. Esse nome me persegue (em outro post conto a história no metrô tatuapé com outra P…atrícia). Bom, vamos dar uma chance à moça.

E vou dizer, que beleza a P…atrícia, viu!?! Mas o que é aquela coisa dourada na mão direita dela? Hahaha., não acredito, ela é noiva! Nada mais apropriado, eu estou na rua das noivas – devo me lembrar – e não na rua da tinta invisível.

A tinta era novidade por ali ao que parece, enquanto falo com o vendedor que pega as duas garrafinhas, a P…atrícia comenta:

“Nossa, tinta invisível?!?! Isso eu nunca vi!”

Algumas frases parece que terminam com uma etiquetinha: “me zoe”. Essa era uma delas.

“É porque deve ser realmente boa essa tinta!” respondi com um sorriso irônico. Coitada, deve ser o nome… a minha tolerância zero se mede em Kelvin.

E lá vou eu com duas garrafas de tinta “invisível” fosforecente subindo a rua das noivas, pensando nas infinitas aplicações das mesmas junto a minha recém-adquirida “lâmpada de luz negra”… eu já contei essa história? Não? Fica pra outro post…

  24 comments for “Tinta invisível

  1. 12/09/2006 at 14:03

    …Essa tinta me lembrou alguma coisa… Harry Potter…rs..

  2. 12/09/2006 at 19:02

    O que a gente faz com uma tinta invisível? Pintamos as paredes da casa do vizinho, para ver a família pelada dançando Segure o tchan?

    Beijoooooooos

    Jana

  3. 12/09/2006 at 19:31

    Heheh, não, mas dá pra aprontar umas artes só visíveis com luz negra :D

  4. 12/09/2006 at 22:29

    Hum…

    Já pensou em usar a tinta invisível nas Patrícias (que elas não leiam…)?

  5. 13/09/2006 at 01:40

    Heheheheh, pra que? Pra elas brilharem no escuro? :P

  6. 13/09/2006 at 01:50

    Hahah, só pra constar, a tinta que comprei foi essa aqui, ela não faz nada desaparecer não… embora eu tivesse muitos usos para tal tinta, não é o caso.

    Essa é invisível à luz normal, brilhante sob a ultravioleta.

    http://www.meyerman.com.br/tintainvis.htm

  7. 13/09/2006 at 15:45

    Deve ser legal pintar um porco por completo com tinta invisível! :P

  8. 17/09/2006 at 21:41

    *tsc tsc* criaria um efeito fantástico-de-porco-fluorescente, hauhauhauhau, que tosco…

  9. Marcos
    10/04/2008 at 01:55

    Acho que esse bobão que comprou a tinta, veio da roça… Eita bicho caipira! Não sabe nem andar em São Paulo… é um babaca mesmo…

  10. 10/04/2008 at 12:39

    Pelo menos seu comentário serve para comprovar que eu abro igual espaço para a crítica, por mais tola e vazia que seja :)

  11. Isa
    02/06/2008 at 13:57

    Ei, essa semana eu e minha amiga instalámos uma luz negra na nossa sala e queríamos algo mais eficiente que aquelas canetas de luz fluorescente mas não fazemos a mínima idéia de que tipo de loja procurar, será que você poderia dar uma dica e falar também alguma marca que você conheça?

    Ahh, e sim, fica algum resquício sobre a luz natural? É que se nossos pais virem isso eles vão nos deserdar, e são eles que pagam o aluguel (e dão dinheiro que a gente gasta nessas utilidades tambérm ;D).

    Valeu ;D

  12. 02/06/2008 at 23:09

    Isa e amiga,

    Eu tenho alguns frascos de tinta fosforecente aqui, mas elas são para a pele… é provável que sirvam numa parede também, mas eu acho que não ficaria tão bom, ela é muito fluida pra aplicacão na vertical… deve escorrer e ficar rala pacas. A marca é MEYERMAN.

    Eu nunca reparei se fica aparente na luz branca… pelo jeito não. Mas é bem provável que fique uma mancha sim, pra quem souber para onde olhar. Se você não contar pro seu pai ele provavelmente nunca irá saber.

    Eu sugiro que você também coloque um globo espelhado no teto da sua sala… com alguns lasers comuns desses de R$5 para apresentacões e uma máquina de gelo seco vocês serão capazes de impressionar bastante seus amigos (e seus pais).

    Existem lojas de iluminacão para shows na Rua Santa Ifigênia em São Paulo onde vocês encontram todas essas maravilhas da vida moderna. Os meus frascos de tinta invisível comprei na rua das Noivas… até hoje não entendi porque noivas precisam de tinta invisível… mas enfim… recomendo que vocês passeiem por lá. Talvez encontrem inspiracão. *cof*

    E mocinhas boazinhas não vão à R. Santa Ifigênia sozinhas! Os nerds, selvagens e nerds selvagens podem se exaltar. Pode ser perigoso!

    Boa sorte em sua jornada em busca da iluminacão!

  13. Isa
    03/06/2008 at 20:09

    Obrigada pela resposta, nós compramos canetas com tinta invisível e rabiscamos toda a parede, ficou ótimo XD e não aparece nada.

    E quanto a máquina de gelo..prefiro uma de bolhas, mas isso vai demorar algum tempo para ser adquirido XD

    E para que você usou a tinta?

    Tchau ;D

    PS: Nem sei que rua é essa, a única coisa que eu sei de são paulo é que existe a 25 de março 8D

  14. 03/06/2008 at 23:29

    Ehauahuahauau…

    estudantes perdidas? =D é o que me parece…

    talvez tenha festinha na república, ehauahua… um luxo!

    ;)

  15. 04/06/2008 at 09:55

    Hah! :)

    A santa ifigênia é a “25 de março dos homens”. Máquina de bolhas? hehehehehhee…. é.;..

    Eu ia usar para pintar detalhes nas roupas e instrumentos que usamos em um show. Eles iriam aparecer quando ligássemos as luzes negras em um determinado momento… mas acabamos não tendo como fazer nada disso :/

    Resultado: Tenho 1l de tinta invisível (azul e amarela) em casa :)

  16. Flávio Fox
    28/10/2008 at 17:11

    Eduardo, eu não leio muito mas adorei a sua história na rua das noivas, é muito interessante a sua visão de são paulo.

    Você parece ser uma pessoa muito bem humorada, está de parabéns pelo blog.

  17. 28/10/2008 at 17:21

    Ei Flávio, obrigado!!! Volte sempre! De vez em quando tem algo interessante por aqui :)

  18. Deborah
    29/06/2009 at 17:14

    Afinal, se a tinta é invisível porque ela é azul e amarela?

    To precisando pintar uns papéis pra brilharem no escuro e queria saber mais dessas tintas… heheh (sei que você já postou isso tem tempo, mas é que achei no google!)

    • junior
      20/10/2010 at 20:21

      naum brilham no escuro e sim na luz negra XD

  19. 30/06/2009 at 19:17

    Não tem muito segredo… brilham com luz negra :) Aquela que é ruim de olhar. Quando você vai pra uma casa noturna que tem e sorri, seus dentes brilham azul.

    O que você quer sabeR?

  20. 01/07/2009 at 10:58

    Será que dar pra usar na jato de tinta?
    Dica, caneta marca texto é fluorescente com luz negra.
    Pra fazer tinta invisível é bem simples, é só misturar partes iguais de água e bicarbonato de sódio ou suco de limão, a diferença é que essa é visível no calor ou passando suco de uva ou alguns outros tipos de sucos em cima, não fiz o teste com ultravioleta ainda.
    Outro receita bem anciã é utilizar mijo velho, foi assim que a fluorescência foi descoberta, se o mijo for bem vellho, brilha até sem luz negra, se estiver no escuro.

  21. Isabella
    21/02/2010 at 20:17

    essa tinta mancha a roupa ? obrigada :)

  22. ANGELO
    20/10/2010 at 20:20

    que legal essa materia desculpa pelos comentarios de publicidade

Comente de volta!