Programar não é mais parte do meu dia-a-dia profissional faz tempo, mas eu adoro. Adoro, acho divertido e não acho que vá gostar menos um dia. E cada dia estou mais convencido de que quando se trata de se divertir programando, nada desbanca python.