Graça sem piada

Eu realmente não consigo entender como pode até hoje uma busca no google por "sites relacionados" a um certo endereço de blog desses da internet dar o meu blog como a primeira opção (o famoso "estou com sorte"). (uns poucos saberão a que me refiro, mas não é necessário para o entendimento do resto relevante do post) e essa busca específica volta e meia vem parar nas minhas estatísticas de acesso ao site.

Ironias finas, como eu as adoro. A vida não seria a mesma sem sua ironia intrínseca. Acho que as ironias e coincidências são uma forma da vida nos chamar a atenção para coisas relevantes que desprezamos (ou que deveriam ser irrelevantes quando as valorizamos desnecessariamente). Acredito sim em sinais, e acredito que eles estejam em todas as partes, basta estarmos atentos a eles.

Coincidências, "ironias do destino" e ditados populares são coisas que em minha modesta opinião não devem nunca ser ignorados.

  12 comments for “Graça sem piada

  1. 21/03/2007 at 16:23

    É.

    Não é engracado? 😀

  2. 21/03/2007 at 18:42

    Isso foi bem enigmatico.

  3. 21/03/2007 at 19:10

    "Eu vim para confundir e não para explicar" --Abelardo "Chacrinha" Barbosa

    Huhuuahua, achei que você fosse um dos que fossem entender, heuaheuhue.

  4. 21/03/2007 at 19:15

    Bem... eu acho que entendo. É isso mesmo que estou pensando?

  5. 21/03/2007 at 23:44

    Humm, a curiosidade matou o gato. 😉 😛 Menininhos misteriosos...

    Sinais: talvez fosse uma boa idéia não ignorá-los. Vou me lembrar disso.

    Beijo!

  6. 22/03/2007 at 00:36

    Carvalhos...rs.. Dio, diria Dante, estamos em que base?? Purga? Paraíso?? Enigmatico!!! Também fico que "nada é por acaso...."

  7. 22/03/2007 at 10:55

    O purga não pode durar para sempre, rsrs...

  8. 22/03/2007 at 11:31

    Hueaheua...

    Tou no céu faz tempo 😀

  9. 22/03/2007 at 23:41

    Sábio, Maçan, muito sábio.

  10. 23/03/2007 at 09:48

    Heheh... Esse post deve ter feito a cabeça de muita gente fazer piruetinhas de curiosidade, hahahh...

    A definição da palavra ironia, nada mais é do que uma forma elegante de ser mau. Sendo assim, por que abdicarmos da elegência nos momentos em que a maldade se fizer necessária? Sejamos elegantes...

  11. 23/03/2007 at 10:38

    I´m bad to the bone
    b-b-bad to the bone ...

    😉

  12. 24/03/2007 at 15:20

    esqueceu das risadas de maldade ao fundo: "muáhahahahahahahhhh"

    rsrs...;)

Comente de volta!