You (can´t) tube

E ontem a telefónica também bloqueou o youtube e agora eu, enquanto em meu speedy doméstico, estou unido aos clientes da Brasil Telecom e não posso mais ver os milhões de tutoriais em vídeo do blender e animações amadoras entre bilhões de coisas verdadeiramente úteis que se pode fazer em um site como o youtube ou google video, porque alguém resolveu fazer sexo na praia (na Espanha!!!)

E eu estou com um trocadilho entalado na garganta envolvendo o sexo filmado em questão e a situação dos clientes da telefónica e brt que são quem no fim se... bom deixa pra lá, era infame e previsível meu trocadilho, certas coisas são melhores insinuadas que ditas.

O fato é que a legislação brasileira no campo da propriedade intelectual é clara ao dizer que é crime não só ativamente divulgar material alheio, mas também prover os meios para que isso seja feito, o mesmo conceito vale para distribuição de pornografia, ou material ilegal ou danoso à imagem, honra e outros que tais, como material de pedofilia ou o vídeo da Cica. É muito mais fácil processar o youtube que "provê o meio" do que os bilhões de pseudoanônimos individuais que os publicam por vontade própria, seja no youtube, seja nos outros sites pequenos que ainda exibem o vídeo. Legalmente faz todo sentido.

E não me espanta que as operadoras tenham tão prontamente acatado sem tentar ao menos agir no sentido de defender o interesse de seus clientes. O repentino sucesso de serviços de vídeo on-demand fez mudar radicalmente o perfil de consumo de banda do usuário médio de internet, exigindo muito mais banda para o provedor e consequente estreitamento de lucros, uma vez que você não tem um meio simples de repassar esse custo para seus clientes já contratados.

Você sabia que em média você tem garantida apenas 10% da banda nominal que você compra? (leia seu contrato) Isso quer dizer que em média pra cada 10 usuários de 512kbps o provedor se compromete a ter 512kbps reais em seu canal com o mundo. Dado o grande número de usuários de internet "banda larga" será que os provedores têm mantido essa garantia? Ainda mais sabendo quanto custa nesse país fazer qualquer coisa relacionada a tecnologia?

Eu bloquearia com um sorriso no rosto.

  2 comments for “You (can´t) tube

Comente de volta!