Eduardo Maçan

“Wer mit Ungeheuern kämpft, mag zusehn, dass er nicht dabei zum Ungeheuer wird. Und wenn du lange in einen Abgrund blickst, blickt der Abgrund auch in dich hinein.”

“Wer mit Ungeheuern kämpft, mag zusehn, dass er nicht dabei zum Ungeheuer wird. Und wenn du lange in einen Abgrund blickst, blickt der Abgrund auch in dich hinein.” — Eduardo Maçan (@eduardomacan) April 20, 2021 from Twitter https://twitter.com/eduardomacan April 20, 2021 at 08:37PM

Me interesso pelo potencial de informação e análise dos grafos sociais desde que se materializaram nas grandes Redes Sociais da Internet, mas me cansei delas. Você provavelmente está cansado também, só ainda não passou do seu limite, como eu. https://t.co/9XcqJ2nU3a

Me interesso pelo potencial de informação e análise dos grafos sociais desde que se materializaram nas grandes Redes Sociais da Internet, mas me cansei delas. Você provavelmente está cansado também, só ainda não passou do seu limite, como eu.https://t.co/9XcqJ2nU3a — Eduardo Maçan (@eduardomacan) April 10, 2021 from Twitter https://twitter.com/eduardomacan April 10, 2021 at 12:50PM

Tchau, Facebook.

Me interesso pelo potencial de informação e análise dos grafos sociais desde que se materializaram nas grandes Redes Sociais da Internet, mas me cansei delas. Você provavelmente está cansado também, só não se deu conta ainda, ou não ultrapassou seu limite. Aqui uma parte das minhas razões.