Meu coracão é verde, amarelo, branco e azul anil.

"Morar nesse país é como ter a mãe na zona" já cantava o ultraje a rigor... A gente sabe que esse país não presta, que nenhum governo presta, se alguém tinha alguma ilusão com o PT, aquela conversa toda de "o companheiro precisa ser solidário e construtivista", "acabar com a fome do povo", "ética na política" é bom que acorde logo dela, aqui é o país do jeitinho, do oba-oba, do "você sabe com quem está falando?", do "molhar a mão do guarda", do favorecimento pessoal, das panelinhas, do toma-lá-dá-cá, do populismo, da demagogia institucionalizada, do carnaval e da televisão. Buenos Aires tem mais livrarias do que o Brasil todo. A livraria mais próxima da cidade onde nasci (Santa Mariana) fica em Londrina, a aprox. 60Km de distância.

O Brasil (e o brasileiro) tende a se envolver nas coisas pela imagem que isso proporciona e pela vantagem que irá retirar delas, mas não têm o mínimo compromisso de cumprir com as responsabilidades correspondentes. Um anúncio na mídia, festa, fotos e damos a tarefa por cumprida. Vide a maioria dos projetos científicos, pesquisas inacabadas, obras públicas e projetos iniciados em um governo e interrompidos no seguinte gerando ainda mais desperdício (já que já foram superfaturadas mesmo, inevitavelmente).

E no espírito do oba-oba nosso país se compromete em projetos internacionais e mostra sua cara(-de-pau) internacionalmente. O que me deixou assim revoltado? Estava olhando o site do Marcos Pontes, o "astronauta brasileiro", questionem a validade/necessidade de se possuir um programa espacial nacional quando temos desemprego e miséria de sobra e falta educacão, questionem a atitude do Pontes e de seu site que explora sua imagem como mais uma dessas personalidadezinhas oportunistas de mídia e menos como a de um profissional dedicado e competente que provavelmente é, mas - que diabos - se for pra não cumprir compromissos, que não se entre neles! A leitura do histórico da participacão brasileira no projeto da estacão espacial internacional fez com que eu me lembrasse do que temos de pior, e que eu sei, me contamina mais do que eu gostaria, mas pelo menos eu tento mudar.

Temos os governantes/líderes que merecemos mesmo.

Só pra citar uma parte do texto, pra quem não quiser ler todo: "Até o momento, nos sete anos de participação, devido principalmente às restrições no orçamento do programa espacial e ao nível de prioridade dada ao projeto, nosso país ainda não conseguiu construir nenhum componente da espaçonave."

  6 comments for “Meu coracão é verde, amarelo, branco e azul anil.

Comente de volta!