The return of the broken dragon

Yeah! De volta ao treinamento! Eu não esperei a dor no ombro sumir de vez, ela ainda aparecia dependendo do movimento. Mesmo assim fui treinar, segurando um pouquinho a onda nos exercícios e aquecimentos que usavam os braços. Não via a hora de começar a treinar com armas e ontem comecei o básico da primeira arma: o bastão. Um picolé de groselha pra quem adivinhar qual articulação é mais exigida no treino do bastão? Isso mesmo! OS OMBROS 😛

Enfim: sobrevivemos, eu e meu ombro direito que andava meio torto (pegou? heim? heim? heim? Direito... torto... (preciso parar de fazer piadinhas idiotas a torto e a direito (heim? heim? heim?))).

  8 comments for “The return of the broken dragon

Comente de volta!