Aside

O segredo: transformar e-mails em itens atuáveis de trabalho e arquivar o que não precisa de atenção, caso contrário: loucura 🙂

Comente de volta!